TRADIÇÕES DO MUNDO

TRADIÇÕES DO MUNDO

TRADIÇÕES DO MUNDO

O espumante, a mesa farta, a música, a dança e a festa com amigos e família, seja em casa ou na rua, são algumas das tradições de passagem de ano por esse mundo fora. A diferença está nos detalhes. A semelhança é a necessidade de renovação, de um novo começo.

 

Itália

Muito fogo-de-artifício e festa noite dentro mantêm as pessoas acordadas na noite de passagem de ano, pois diz-se que quem dorme nessa noite, passa o resto do novo ano a dormir. Dois pratos são considerados essenciais: pé de porco e lentilhas, símbolo de fartura. A tradição diz que deve usar-se roupa vermelha. Escrevem-se os desejos para o novo ano num papel e atiram-se para uma lareira, para que se tornem realidade.

 

Estados Unidos

A mais famosa passagem de ano nos EUA é em Nova Iorque, na Time Square, onde o povo se encontra para beber, dançar, correr e gritar. Durante a contagem regressiva, uma grande maçã vai descendo no meio da praça e explode exatamente à meia-noite, libertando bombons para todos os lados.

 

Austrália

Em Sydney, uma das mais importantes cidades australianas, três horas antes da meia-noite, há uma queima de fogos na frente da Opera House e da Golden Bridge, o principal postal da cidade. Para assistir ao espetáculo, os australianos juntam-se no porto e outros veem o fogo instalados nos inúmeros cruzeiros. Depois, recolhem-se a suas casas para a passagem de ano com a família e só retornam às ruas na madrugada, quando os principais destinos são os bares e as praias.

 

Dinamarca

A tradição consiste em assistir ao discurso de Ano Novo da rainha na televisão, às 18h00, e brindar com champanhe. O jantar é recheado de comidas saborosas numa mesa enfeitada ricamente com chapéus, cornetas e tubos de confettis. À meia-noite, juntamente com os cânticos e o champanhe, come-se bolo de maçapão, e depois todos vão para a rua espalhar os confettis e ver o fogo-de-artifício.

 

Irlanda

Na noite de passagem de ano, as raparigas jovens dormem com azevinho debaixo da almofada, na esperança de encontrarem o amor da sua vida no Ano Novo. Muitas pessoas dirigem-se à ilha de Achill para desfrutar de um dos últimos pores-do-sol da Europa, e para ver o último de cada ano. Outra tradição na primeira manhã do ano novo é o mergulho nu nas águas geladas do Atlântico, para testar as resoluções dos nadadores mais corajosos.

 

França

Na avenida Champs-Elysées, em Paris, próximo ao Arco do Triunfo, os franceses assistem à queima de fogos de passagem de ano, cada um com sua garrafa de champanhe (para as crianças sumos e refrigerantes). Outros vão ver a saída do Paris-Dakar, marcada para a meia-noite, ou participam nas festas em hotéis.

 

Brasil

No Rio de Janeiro, precisamente na praia de Copacabana, a passagem do ano reúne milhares de pessoas para ver os fogos-de-artifício. As tradições consistem em usar branco e jogar flores para “Yemanjá”, a rainha do mar para os brasileiros.

 

Inglaterra

Grande parte dos londrinos passa a meia-noite em suas casas, com a família e amigos. Outros vão à Trafalgar Square, umas das praças mais belas da cidade, à frente do National Gallery. Lá, assistem à queima de fogos. As festas de passagem de ano continuam em vários sítios da cidade.

 

Kiribati e Nova Zelândia

Os habitantes do pequeno arquipélago de Kiribati, localizado no Pacífico, são sempre os primeiros a celebrar a chegada do Ano Novo. Seguem-se depois as celebrações com fogo-de-artifício, em Auckland, na Nova Zelândia.